Pages

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Tarab E-book

Olá!!! Criei um E-book sobre Tarab com o objetivo compartilhar um pouco dos meus estudos sobre o tema com vocês! Por se tratar de um tema complexo, que abrange diversos aspectos da cultura árabe, este e-book está longe de ser conclusivo. Podemos melhor defini-lo como um «pontapé inicial» no sentido de direcionar os nossos estudos. Em seu início faço uma breve explanação sobre o que é o Tarab, em seguida trago algumas reflexões para direcionar a construção de uma dança com músicas deste repertório, a seguir uma biografia de Umm Kulthum, a grande estrela do Egito que levava seu público a atingir esse estado e na quarta parte trago a tradução de algumas músicas que foram interpretadas por essa grande cantora.
Clicando na imagem abaixo você será redirecionado para fazer um cadastro e receber o seu!




quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Ritmos que podem aparecer nas diversas modalidades de música.


Nesta postagem darei alguns exemplos de ritmos que podem aparecer nas diversas modalidades de música. É importante, porém, estarmos atentas, pois não é só o ritmo que determina um estilo de música ou dança. Há diversos elementos que precisam ser avaliados: instrumentos musicais, poesia, local de origem, contexto em que a música foi feita, construção melódica, etc. Além disso, um mesmo estilo pode aparecer com ritmos diferentes. Sendo assim, para avaliar em que estilo se enquadra a música que vai dançar, é importante fazer uma avaliação completa da música.
Lembre-se sempre de que o ritmo é somente um dos elementos a ser avaliados!!!


·                Said (Raks Al Assaya)
o   Ritmos: Said

·         Shaabi
o   Ritmos: Said, Maksoum, Masmoudi Saghir, etc

·         Khaliji
o   Ritmos: Soudi, etc

·         Zaar
o   Ritmos: Ayoubi, etc

·         Mowashahat
o   Ritmos: Samai darigh (Vals), samai takil

·         Dabke
o   Ritmos: Jabalee, katakoft, said libanês, nawari, etc

·         Ghawazee
o   Ritmos: Fallahi, maksoum, said, etc.

·         Raks Al Kawliya
o   Ritmos: Rachra (fassani), ayoubi etc


Ritmos Árabes e seus Tempos


Assim que comecei a estudar ritmos tinha certa dificuldade para compreender seus tempos e sua nomenclatura. Conforme fui estudando percebi que a contagem do seu tempo determina sua dinâmica, é o tempo que demora para a frase rítmica ser tocada por completo. Ritmos de 2 tempos são mais acelerados enquanto os de 8, 10 ou mais tempos são lentos e, na dança, isso vai determinar a qualidade e velocidade de nossos movimentos.
Abaixo fiz algumas tabelas, procurando colocar alguns dos ritmos em seus tempos. Para alguns, em função da velocidade e dos contratempos, foi mais complicado fazer essa separação, mas as tabelas vão ajudar a dar um norte nesse estudo. Cantando os ritmos ou ouvindo-os você poderá marcar o compasso da música com palmas, por exemplo, para o Masmoudi Saghir você vai bater 4 palmas durante o tempo da frase, o que significa que ele tem 4 tempos. Esse exercício vai te ajudar a compreender a dinâmica de cada um. 


2 tempos (2/4)

1
2
1
2
Malfuf
Dum
Tak Tak
Dum
Tak Tak
Fallahi
Dum
Takataka-tá
Dum
Takataka-tá
Ayoubi
Dum
Ka Dum Tak
Dum
Ka Dum Tak
Adany (Soudi)
Dum Ta
Dum Taka tá
Dum Ta

Dum Taka tá

3 tempos

1
2
3
Samai Darigh (Vals)
Dum

4 tempos

1
2
3
4
Maksoum

Dum Tak
Tak
Dum
Tak
Masmoudi Saghir (Baladi)

Dum Dum
Tak
Dum
Tak
Said

Dum
Tak
Dum Dum
Tak
Zaffa

Dum
Takata-tá
Dum
Taka-tá
Jabalee (Mosalas Iraqui)

Dum Dum Dum
Ta Dum
Taka taka
Nawari
Taka taka
Dum
Taka tá Dum
Taka tá

8 tempos

1
2
3
4
5
6
7
8
Wahda Wo Noz 1

Dum
Ta
Ka
Ta
Ka
Dum
Dum
Chiftitelli 1
Dum
Ta
Ka
Ta
Ka
Dum
Taka
Masmoudi 2
Dum
Dum
Taka
Taka ta
Dum
Taka taka
Ta taka
Taka ta
Masmoudi Khabir 2
Dum
Dum
Dum
Taka taka ta
Dum
Taka taka
Ta taka
Taka ta
1. Há divergência entre os músicos com relação à nomenclatura desses dois ritmos. Para alguns o Chiftitelli termina com “Dum Dum Tá” e o Wahda Wo Noz com “Dum Taka Tá”, diferente do que está na tabela. Inclusive em CDs de ritmo vocês poderão observar essa divergência. Para fins de dança cabe apenas reconhecer os Duns e lembrar que se tratam de ritmos lentos. Não se prendam a nomenclatura.
2. Tratam-se de duas variações do ritmo, que pode se iniciar com dois ou três duns. Separei entre Masmoudi e Masmoudi Khabir para mostrar as duas variações.


10 tempos

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Samai
Dum
Taka
Taka
Taka
Dum
Dum
Taka
Taka


Espero que possa contribuir com sues estudos!!!


É preciso transformar a música em dança, num movimento de fora para dentro, mas principalmente, num movimento inverso, externalizar os sentimentos, transparecer a alma, transformar o corpo em música, em dança, em arte. A unidade se faz em todos os sentidos. O seu estilo de dança não será criado. Ele já existe. Basta você abrir espaço para que ele possa surgir. Dance com alma!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...